floquinhos

domingo, 5 de junho de 2011

Na velha Estaçao Ferroviária...



De volta a Campinas, desta vez para a consulta anual ao meu oftalmologista - Campinas é referência nacional em oftalmologia - e aproveitanto para estar uns dias com meus amores daqui... Domingo azul, de sol rasgado banhando a cidade e um friozinhooooo... 

Fachada da Estação Ferroviária

    
  ( Meu filho e minha nora)

Cheguei ontem pela manhã e á tardinha fomos, minha nora, meu filho e eu, visitar a Campinas Decor, um evento onde são apresentadas as últimas tendências em decoração. Até aí, tudo certinho, sem novidades, porque sempre que estou por aqui quando acontece esse evento vou, com minha nora, encher meus olhos de cores, afinal, quem não gosta de ver coisas bonitas? Mas o melhor foi o lugar onde está acontecendo o tal evento este ano: na antiga Estação Ferroviária de Campinas.



Também conhecida como Estação Cultura,  Inaugurada em 1872, foi tombada como patrimônio histórico e cultural da cidade em 1982 Tendo servido como estação ferroviária até 15 de março de 2001, época em que partiu o último trem de passageiros com destino a Araraquara, desde  julho de 2003, com a desativação completa da RFFSA, passou a abrigar um centro cultural, administrado pela prefeitura, e é considerada um dos pontos turísticos da cidade.




Estava tudo muito lindo, moderno, tecnologia de ponta - ambientes controlados por IPads, mas o que mais me encantou foi estar de volta ao lugar que desde sempre foi, para mim, encanto, pois nem sei contar quantas vezes em minha vida cheguei de trem a Campinas, desembarcando naquela adorável estação, quando ia passar férias no sítio de meus avós maternos, em parte porque viajar de trem era das coisas que mais gostava de fazer; adorava aquela movimentação e, mais que tudo, saber que ao desembarcarmos, encontraria meu querido avô que nos conduziria até o sítio em seu cabriolé puxado pelo Paxola, um cavalo acinzentado, tranquilo, que enternecia meu coração de menina com seu jeito manso... 

(A pergunta era: Carregador?)

(Dá para imaginar apagar um incêncio com tal equipamento?... )

Caminhar pela plataforma lindamente transformada em luxuriantes jardins - até os trilhos antigos foram escondidos por pequenos lagos, mas preservados, voltarão a surgir após o evento, pois tudo é muito bem cuidado e preservado para não descaracterizar o prédio, ver o velho relógio, os bancos, até o equipamento usado no combate a possíveis incêndios, os carrinhos usados pelo pessoal da estação para retirar as bagagens... 


Meu Deus, que linda viagem no tempo, partindo da mesma estação que tantas vezes me viu chegar e me viu partir!... Até poder tomar um cafezinho em um dos antigos vagões de carga, transformado em cafeteria?!... Foi bom demais!... 

20 comentários:

isa disse...

Ñ resisti a fazer uma visitinha aos
meus Amigos.
Amanhã terei que começar a ver o que
fazer...comigo e por mim.
Dp lhe direi.
Como deve ter sido agradável essa visita!Consegui,de tão bem descrito,
sentir-me lá,escondida atrás de um vagão,encantada com o que via!
Abençoada a imaginação e o sonho.
Espero estar de volta para a semana.
Beijo.
isa.

Idanhense sonhadora disse...

Dulce , muito bonita a sua estação de comboios e muito bem preservada . É interessante ,ou talvez não !!!!, ver que ao olhar a sua estação julgo estar a ver algumas que ainda restam em Portugal . Lógico ,não é ? Gosto que assim seja ...

Beijinhos
Quina

Dulce disse...

Isa

E que bom que veio, minha amiga!...

Então minha amiga esteve lá? rs... que bom!!
Nada melhor do que poder dar asas a imaginaçãi e oider voar pelo tempo e pelo espaço revivendo momentos, alimentando sonhos... Lindo!
Beijos, Isa, e um bom final de domingo.

Dulce disse...

Idanhense Sonhadora

Interessante sim, e não sem razão, porque a arquitetura desse período tinha forte influência européia, Quando de uma visita a Portugal quis ir de Lisboa a Sintra em comboio e ao descer na antiga estação senti-me como se por lá tivesse passado minha vida toda, de tão familiar me parecera. Mas atribui isso a leitura dos livros do Eça, uma das minhas paixões de então.
Beijos

Lourdes disse...

Dulce
Adoro entrar num local e viajar atrás das memórias de tempos passados.
Como referiu a amiga Quina, temos por cá algumas assim bem preservadas. Algumas ainda estão em funcionamento outras são quase museus.
Beijinhos com votos de uma boa semana.
Lourdes

Maria disse...

Amiga Dulce, adoro ver sitios antigos bem preservados, eles fazem parte da história de uma localidade e contam histórias de outros tempos. Essa estação ferroviaria é linda.
Boa semana
Beijinhos
Maria

Dulce disse...

Lourdes

Pois minha amiga, sou uma apaixonada por esses lugares antigos, preservados, pedaços vivos da história de um povo...
Beijos, obrigada e uma boa semana

Dulce disse...

Maria

Eu também, minha amiga. Em lugares assim sinto-me como se tivesse voltado no tempo... É uma sensação maravilhosa...
Beijos, obrigada e uma boa semana para você.

Vivian disse...

...Dulce querida,
você me levou a um tempo
distante onde tantas vezes
tbm desembarcavamos nesta
estação para
ir ter com a vovó, e sua
mesa farta de tantos quitutes
todos regados a muita conversa,
muito afeto, muito amor, num
tempo em que a família sabia
realmente o valor de se estar
reunidos ao menos nos
finais de semana, e estes
encontros se davam justamente
em Campinas.

velhos tempos, querida.
velhos tempos, my God!

que saudade!!!

bjs, menina!

Calu disse...

Dulce,
que charmoso passeio.Uma encantadora estação, romântica e clássica.Sou apaixonada por tudo que transpira a belle époque e esta construção é testemunha desta arte,e ainda servindo como espaço para abrigar outras mais.Que maravilha!
Passeei em tuas fotos e deixo meus Parabéns aos campinenses pelo cuidado com seu patrimônio.
Lindas fotos.Belo passeio!
bom fim de noite p/vc e uma linda semana.
Bjinhos,
Calu

Dulce disse...

Vivian

Tempos que deixaram muita saudade... O aconchego da família, a alegria de se estar junto, de partilhar a vida... Tudo isso ficou em torno de mim durante a visita a velha estação.
Beijos, obrigada e boa noite.

Dulce disse...

Calu

Muito obrigada... Foi mesmo um passeio charmoso e muito agradável. Como você pode ver pelas respostas aos comentários, também sou uma apaixonada por lugares assim.
Obrigada, um bom fim de noite para você também e uma ótima semana.
Beijos

Pitanga Doce disse...

Que fim de semana, hein amiga? E que cara boa tem essa nora!


Quanto a essa viagem no tempo...é incrível como lugares guardam cheiros, sons, e misturam tão perfeitamente presente e passado!

Bem haja o Prefeito de Campinas ou de quem tenha sido a ideia de preservar o lugar!

Beijos em noite de domingo fria. Hoje também tive aniversário de nora. Veja só!

Dulce disse...

Pitanga Doce

Um fim de semana dos melhores, sim...
São lugares que acabam sendo, para nós, encantados, não é?
Olha, não é só a cara, não, viu? Ela é uma pessoa muito especial.

Beijos, Pitanda, e uma boa noite para você, com esse friozinho que transforma este final de outono num inverno antecipado (e já gelado)

Paloma disse...

DULCE, genial a maneira como foi transformada a estação ferroviária.
Aqui, bem perto de casa, temos a Estação Ferroviária da Leopoldina,muito antiga,também desativada,mas sem uma definição de aproveitamento. Ficaria bem, transformada em algo semelhante.Mas, é preciso que alguém tenha boa idéia e empenho.

Beijos

Dulce disse...

Paloma

Espaços assim ficam lindos quando bem reaproveitados, transformados em centro de cultura, por exemplo. Por aqui também temos muitos espaços esquecidos, o que é uma pena.
Beijos

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Dulce:
Aproveito esta bela visita guiada a Campinas, para lhe agradecer em nome pessoal e do Artur, o seu simpático comentário.
Beijinho

Dulce disse...

Carlos Barbosa de Oliveira

Nada a agradecer meu amigo. Nesse momento tão especial de sua vida, nem poderia ser diferente. É bom demais ver amigo feliz.
Faça uma boa viagem ao Porto e dê um beijinho no Artur por mim.

Maria Teresa disse...

Dulce:
Há quanto tempo não visitava Campinas! Foram momentos prazerosos e cheios de saudade.
Beijos

Dulce disse...

Maria Teresa

Sempre é um prazer visitar lugares que um dia conhecemos, não é? Que bom!
Beijos, obrigada e um bom dia.