floquinhos

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Uma preciosidade...


Natal, para nós, sempre foi uma festa de amor e união e sendo assim, trocamos pequenas e simbólicas lembranças. Pois entre essas lembranças recebidas neste Natal, uma tocou docemente meu coração. Recebi de um de meus filhos uma edição original, do ano de 1948, do livro "Sapato Florido", de Mario Quintana. Que sensação ter em minhas mãos uma preciosidade dessas. Amarelado pelo tempo, é nele que se encontram coisas lindas como:

Envelhecer

"Antes, todos os caminhos iam.
Agora todos os caminhos vêm.
A casa é acolhedora, os livros poucos,
E eu mesmo preparo o chá para os fantasmas."

ou...

"Desespero

Não há nada mais triste do que o grito de um trem no silêncio noturno. É a queixa de um estranho animal perdido, único sobrevivente de algum animal perdido, único sobrevivente de alguma expécie extinta, e que corre, corre, desesperado, noite em fora, como para escapar à sua orfandade e solidão de monstro."

7 comentários:

Agulheta disse...

Dulce minha amiga!
Depois de uns dias um pouco atarefada para aqui vir,agora mais calma, todos saíram para seus lares,os filhos e netos,ficamos dois olhando um para o outro a refeição,e nestes momentos os olhares se cruzam para dizer que somos felizes por tudo que construímos.O seu Natal foi em paz e amor e desejo que continue por longos anos.Essa preciosidade que fala dever ser mesmo,e gostei destas pequenas e grandes palavras do "envelhecer"é lindo,e Mário Quintana tem poemas maravilhosos.
Um beijinho e bfs

isa disse...

Um belíssimo livro!
E está bem definido o "desespero".
Arrepia!
Beijo.
isa.

Beth/Lilás disse...

Olá querida Dulce!
Vou te contar, um livro de presente nesta data é uma coisa muita boa, principalmente um livro como este, tão cheio de belas poesias do mestre Quintana.
Também ganhei livros e estou me deliciando por aqui na serra esta semana com eles, para mim é o melhor presente.
Desejo que 2013 seja repleto de bençãos e felicidades a você e sua família.
um grande abraço, carioca



elvira carvalho disse...

A julgar pelos dois excertos uma preciosidade mesmo.
Um abraço e bom Domin go de Reis

Idanhense sonhadora disse...



Olá Dulce , quis escrever aqui para lhe desejar um BOM ANO ,mas não sei que se passou ,que não consegui . Mas , enfim ,atrasada cá estou ,regressada a Lisboa ...Vi a bela obra literária que recebeu .É certamente uma maravilha ...Quanto a mim o Menino Jesus também me deu um livro de presente .Este foi o lançamento de um livro meu sobre o culto da SENHORA protectora da minha terra ,a Srª do Almotão .
Fiquei muito grata e já estou partindo para outro .
Um BOM ANO para si e toda a sua família
Bjs...Quina

ValCruz disse...

Estou a rir aqui... Pois na postagem a cima fiz um cometário que havia ganho uma coleção do Mario. E aqui, vejo que vc também ganhou uma preciosidade dele... Que maravilha! Olha, nosso papai noel é bonzinho né?


Sua linda!!

Fanzine Episódio Cultural disse...

ENTREGUEI-ME AO AMOR

Encontrei a Esperança
Que me ofereceu o Dia.
Dialoguei com a Ternura
Que me levou à Primavera.

Discuti com o Tempo
Que me dedicou a Eternidade.
Briguei com a Tempestade
Que me arrastou ao Vento.

Cortejei a Natureza
Que me inspirou a Poesia
Entreguei-me ao Amor
Que se chama VOCÊ.

*Agamenon Troyan
------------------------------------------------