floquinhos

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Está pensando que ainda é uma menina, é?...

Meu chapeuzinho roxo, guardadinho no armário, para quando chegar o tempo de "aventuras"... rs...

Pois é, queridos amigos, o tempo vai passando sem nos darmos por isso, vamos envelhecendo, ficando mais frágeis, menos resistentes aos embates da vida, sejam bons ou maus... Por aqui, as festas deste final de ano foram movimentadíssimas e eu fui me empolgando, tentando manter o mesmo ritmo de sempre, compras aqui, preparativos ali, família reunida, alegria, risos, correria, e enquanto estava nessa azáfama nem percebi o quanto estava me desgastando, o quanto estava  pondo a prova meus limites, mas quando tudo acabou, quando a vida voltou ao normal, kids e filha de volta ao ninho, filhos e netos de novo em suas rotinas diárias, a velhinha aqui desabou... rs... na verdadeira expressão da palavra. A "pilha" acabou e eu tive que me render ante os fatos e me recolher "ao estaleiro" para reparos... rs...  Amigos, que loucura!... Fiquei completamente estafada, extenuada, a ponto de ter que guardar o leito por vários dias. Mas pouco a pouco vou voltando ao  meu normal. 
Durante esse tempo, isto é, nesta última semana, fui lendo os comentários deixados por vocês aqui no blog, mas faltava coragem até para responder mensagens tão amigas, e peço desculpas por isso. Obrigada a todos pelo carinho e pela amizade. A partir de agora espero poder voltar à normalidade aqui no Prosa, uma vez que já me sinto (quase) inteira novamente. E, acreditem, aprendi a lição e, na próxima, vez vou ficar mais calminha, vou respeitar meus limites... Senão, quando chegar o tempo de  colocar meu chapéu roxo na cabeça e sair pelo mundo, vai faltar energia... rs...

5 comentários:

isa disse...

Linda imagem a do "chapéu roxo".
Literária e visual.
Pois tem mesmo de se cuidar,minha querida Amiga.
A Dulce já andava um tanto em baixo.
Depois melhorou e abusou.
Tb faço dessas coisas,ai,ai!
Bom fim de semana.
Beijo.
isa.

Dulce disse...

Isa,

Pois é. amiga,é o que acontece quando se perde a medida... rs

Beijos e obrigada.

Maria Rodrigues disse...

Dulce a altura das festas natalicias também me costuma deitar um pouco abaixo, pois tal como você costumo abusar. Há 2 nos atrás porque queria deixar passar o Natal, deixei-me ir tão abaixo, que no inicio de fevereiro tive de ser operada com urgência e antes da cirurgia levar 2 transfusões de sangue pois estava com uma anemia gravissima.
Desejo-lhe uma rápida recuperação de forças.
Beijinhos
Maria

elvira carvalho disse...

Gostei do chapeu roxo.
A emoção desgasta muito amiga. Às vezes mais do que o trabalho fisico. E deve ter sido uma emoção sem tamanho ter toda a família reunida à sua volta.
Cuide-se amiga. O seu bem estar é mais importante do que os amigos virtuais e o blogue.
Um abraço e desculpe se comento menos. Estou com problemas nos olhos, em tratamento, e por isso como estou proibida de passar muito tempo no pc, por vezes visito, leio, mas não comento. Para poder visitar mais amigos e ler mais artigos.

Beth/Lilás disse...

Oh querida Dulce, senti mesmo tua ausência, mas não imaginava que era isso!
Poxa vida, você é tão bacana, inteligente e sabe que não deve descuidar neste ponto, o mais importante é a nossa saúde, a gente mesmo. Tome conta de você viu.
Estamos aguardando a sua volta triunfante, pode vir de chapéu roxo, eu adoro, acho lindo, elegante até.
beijinhos cariocas e ... muitas melhoras.