floquinhos

domingo, 18 de dezembro de 2011

A cada Natal que chega...



A cada Natal que chega, a cada nova ruguinha que vejo em meu rosto quando me olho no espelho, vou sentindo o passar do tempo, célere, apressado, esse tempo que parece escorrer pelos meus dedos como se fosse fina areia de uma praia ensolarada... Longo e lindo caminhar este meu, com momentos bons e maus, com alegrias e tristezas, com sucessos e fracassos, com frustrações e realizações, com tudo o que qualquer ser humano vai vivenciando enquanto passa pela vida... 
Ainda ontem era menina, curiosa, correndo e brincando feliz pelas ruas de minha infância, pedindo um brinquedo ao Papai Noel... Ainda há pouco era jovem sonhadora, trazendo em mim toda a esperança no futuro, esperando que Papai Noel colocasse em meus caminhos um doce amor... Faz tão pouco tempo era mulher apaixonada, dividindo a vida com o homem amado, "negociando" com Papai Noel presentes para nossos filhos... E nem faz tanto tempo assim, extasiada,  via nascer os primeiros netos, pensando no que o "Bom Velhinho" poderia colocar sob a árvore e que os deixaria felizes, encantados, em seu primeiro Natal...  É, ainda ontem... Ainda ontem?... Pois sim!... rs... 

São tantos e tantos Natais, vividos, sonhados, sempre com a mesma magia, sempre com a mesma alegria no coração, coração que guarda ainda, bem lá no fundo, a menina que um dia fui, a menina que sempre serei a cada novo Natal... Exatamente como nos "Versos de Natal", de Bandeira...


Espelho, amigo verdadeiro,
Tu refletes as minhas rugas, 
Os meus cabelos brancos,
Os meus olhos cansados.
Espelho, amigo verdadeiro,
Mestre do realismo exato e minucioso,
Obrigado, obrigado!

Mas se fosses mágico,
Penetrarias até o fundo desse homem triste,
Descobririas o menino que sustenta esse homem,
O menino que não quer morrer,
Que não morrerá senão comigo,
O menino que todos os anos na véspera do Natal
Pensa ainda em por seus chinelinhos atrás da porta...



(Manuel Bandeira)

22 comentários:

Pitanga Doce disse...

Querida Dulce, a vida é cheia de "ainda ontem", "faz pouco tempo"...e o que se vê no espelho não combina, em nada, com a real figura de quem passou por ela atuando em cada minuto. Em quem nunca se permitiu ficar à margem. Em quem preencheu cada página com tinta permanente. É como se olhássemos outra pessoa que se pôs no lugar daquela, mas só por fora. A menina continua lá, quietinha a um canto de nós...quietinha ou não.

Bom dia. Hoje o Sol foi para as Bahamas, só pode. Viu o meu post e resolveu contrariar.

Pitanga Doce disse...

Ah! Quando chega Angélica e os kids?

Dulce disse...

Pitanga Doce

Definição perfeita, minha amiga.
Pois é, a menina fica lá, à espera do momento azado para meter a carinha à mostra... rs... e por vezes faz cada travessura!... rs...

Vá lá, Pitanguinha, que as Bahamas também precisam ter seu dia de Rio... rs... E o sol, brincalhão, logo, logo vai estar de volta, iluminando a cidade, o mar as montanhas desse pedaço do Brasil que é só beleza...

Beijos, minha querida amiga, e um bom domingo procê.

Dulce disse...

Pitanga Doce

Em três dia... Dá bem pra imaginar minha ansiedade, né, nâo? rs... E o rapaz, já chegou?

Beijos

Pitanga Doce disse...

O rapaz chegou fez ontem uma semana. Já se ouve o piano. Quanto a ti e Angélica...é correr pro abraço.

Gilmara Wolkartt disse...

Que post mais lindo e cheio de conhecimentos da vida, fechado com chave de ouro com o poema de bandeira.
Que muitos natais felizes ainda passem na sua vida e que nunca perca de vista a linda menina que vive em você e fica feliz com cada natal.
Gd beijo

piedadevieira disse...

Muito lindo.
beijos para vc e um feliz Natal.

Paloma disse...

DULCE, minha amiga, identifiquei-me plenamente com sua postagem. Muitos Natais e muitas mudanças em nós e em nossas vidas. Mas,no nosso interior e na nossa maneira de ser, parece que nada mudou.Tento me conformar ao constatar que o fato de vivenciarmos mais um Natal,já é uma grande coisa.

Beijos,com a admiração de sempre

isa disse...

Prosa que me encanta sempre,a sua e
poema lindo de Manuel Bandeira.
Que mais dizer?
Que Angélica chegue bem!
Beijo.
isa.

Agulheta disse...

Amiga Dulce.Gostei de ler as palavras que muito se assemelha a cada um de nós,as rugas vão aparecendo uma aqui outra ali,os netos crescem e dizem que não são mais bebes,assim é a vida.Mas quando dou a pensar digo para mim,tanta coisa já passou e parece que foi ontem,cada dia mais velhos,mas haja saúde.
Beijinho e Feliz Natal em paz e amor junto de quem ama

Dulce disse...

Pitanga Doce

E que abraço!... rs...

Ah, então minha amiga já está embalada pelas notas do piano, pela presença do rapaz! Que bom!
E assim nossos corações vão se desmanchando, não é, amiga?

Beijos

Dulce disse...

Gilmara Wolkartt

Muito obrigada, Gilmara.
Que seu Natal seja também muito feliz, pleno de amor e paz, entre os seus.
Beijos e obrigada.

Dulce disse...

Piedadevieira

Muito obrigada!... Um lindo e feliz Natal para você também.

Beijos

Dulce disse...

Paloma

Tem razão, minha amiga. Cada novo Natal que vivemos é um presente que recebemos, e mesmo quando nos parece que será um momento menos feliz, acabamos envolvidos pela clima e pelo espírito do Natal e não conseguimos ficar indiferentes...

Beijos e muito obrigada, minha amiga.

Dulce disse...

Isa

E como não nos encantarmos com a poesia de Bandeira, não é, minha querida amiga.

Obrigada, vou transmitir seus votos a ela.

Beijos, obrigada e uma linda noite para você.

Dulce disse...

Agulheta

O passar dos anos traz o amadurecimento e uma melhor compreensão da vida, não acha? E guarda semelhanças de sentimentos entre algumas pessoas, uma identificação maior. Sim, haja saúde... e serenidade a cada passo...

Beijos, obrigada e um Natal de muita luz e de muitas alegrias para você e toda a sua família.

Lourdes disse...

Minha amiga
Identifico-me plenamente com tudo o que escreveu. Quantas vezes eu olho para o espelho e me custa acreditar que aquela imagem é a minha. Mas é. O tempo foi passando e nem dei conta do quão rápido ele passou. Muitas vezes, se não fossem aquelas dores que o tempo nos vai oferecendo, não acreditava na realidade.
Mas, o que é preciso é que vamos vivendo cada dia e cada Natal com saúde e paz e continuemos a chamar o espelho de mentiroso.
Beijinhos
Lourdes

Dulce disse...

Lourdes

Pois é!!! O tempo parece que nos prega uma peça... rs
Mas que o espelho deve ser um grande mentiroso,lá isso é verdade... hehehehe

Beijos e uma boa noite para você.

Maria disse...

Querida amiga a vida passa tão rápido por nós, há que reter no nosso coração os bons momentos que a vida nos ofereçe. Aproveito para desejar a si e a todos os seus familiares e amigos, um Feliz Natal, repleto de alegria, saúde, paz e amor, que 2012 seja um Ano maravilhoso. “Natal não é uma época nem uma estação, mas um estado da mente. Apreciar a paz e a benevolência, ser abundante em clemência, é ter o real espírito de Natal. ” Calvin Coolidge
Beijinhos
Maria e família

elvira carvalho disse...

Sem tempo para vos visitar este mês, passei para deixar um abraço e lhe desejar um Santo Natal, com muita saúde, paz, e amor.
E também para lhe agradecer o carinho com que me acolheu entre os seus amigos neste ano que passou. Tudo de bom para si e família.
Um abraço e BOAS FESTAS

Graça Pereira disse...

O teu texto, fêz-me pensar: mas sou eu! É, minha querida, parece que foi tudo ontem porque o que vivenciamos está bem vivo dentro de nós...e ainda bem! O tempo passou? Deixá-lo...mas vivemos a vida.
No Natal, que continua a ser tempo de magia para nós, a nossa criança vem de mansinho pegar-nos pela mão, convidando-nos a viver de novo este tempo natalício...Felizes de nós que temos alma de criança ainda....
Bonito o poema de Manuel Bandeira!
Um santo e feliz Natal para ti e todos os teus, com todas as recordações penduradas no pinheirinho e aquele cheirinho doce da saudade.
Mil beijos.
Graça

Dulce disse...

Maria

Elvira Carvalho

Graça Pereira

Peço desculpas as minhas amigas pela demora na resposta, mas andei completamente envolvida com a chegada dos kids, preparativos de Natal, Viagens, precisando dar atenção integral aos meus amores (claro... rs...) e, quando percebi, o tempo já tinha passado e levado o Natal com ele... rs... Ainda bem que acompanhamos o Sr Tempo e vivemos intensamente cada momento com amor, alegria, paz no coração como, espero tenha acontecido com vocês e suas famílias.
Obrigada pela atenção e pelo carinho de vocês, pela gentileza com que me brindaram em todo este ano que está se encerrando.

Beijos, mais uma vez obrigada e uma feliz semana para todas.