floquinhos

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Os Fords de antigamente...

(Model A - Ford Club of America - 1925, um selo de garantia)

Hoje fui a uma concessionária Ford aqui de Winchester com minha filha que estava trocando de carro e qual não foi o meu encanto ao me deparar com uns Fords muito antigos. A loja já está sendo administrada pela terceira geração da mesma família e os carros haviam pertencido ao fundador da empresa, Mr. Bonnell, em 1925, sendo hoje administrada por seu neto.  

(Ford A - 1925 - Atentem para a alavanca na frente do radiador, que era usada para dar a partida no possante)

(O logotipo da loja, no carro)

Veículos da linha A, fabricados em 1925 e 1931, em perfeito estado de conservação, primorosamente cuidados... Sou uma apaixonada por coisas antigas e não resistindo, pedi a Mr Bruce, o vendedor, licença para fotografar os carros, licença prontamente concedida, com direito a algumas explicações sobre os mesmos e as tradições da família. 

(Ford A - 1931) 

Não é uma elegância, este carrinho?...

 Adorei a placa, embora estivesse com uma vontade doida de passar meus dedinhos por ele... Entendi que não era só eu que gostaria de pode acariciar uma antiguidade dessas... ra...

(Na parte traseira, abria-se lugar para mais um passageiro, se fosse necessário)

E como tudo o que me encanta acaba parando aqui no Prosa, ai estão os "carrões" dos anos 20/30 do século vinte. São ou não são um luxo?...

Ah, sim, gostaria de mostrar a vocês, como curiosidade, a buzina...

11 comentários:

Beth/Lilás disse...

Lindos! Um luxo só!
Imagino que se estivessem aqui, não adiantaria muito a plaquinha, ia ter sempre alguém passando a mãozinha. hehe
bjs cariocas

Beth/Lilás disse...

Lindos! Um luxo só!
Imagino que se estivessem aqui, não adiantaria muito a plaquinha, ia ter sempre alguém passando a mãozinha. hehe
bjs cariocas

A. João Soares disse...

É um motivo de satisfação encontrar estas maravilhas, bem estimadas, de um passado em que um automóvel era uma jóia de estimação.

Beijos
João

Paloma disse...

DULCE, este é o famoso calhambeque,que, na época, era um luxo. Aquela manivela era o máximo.Mas, a obra de arte mesmo estava na buzina. rsrsrs

Beijos

Pitanga Doce disse...

Dulce fico imaginando uma noiva indo para a igreja numa joia dessas. Olha, não deixes de ver Meia Noite em Paris do Wood Allen. Carros desses até mais não! Elegância, romance e Paris, é claro.

beijos Dulce (vento quente muito suspeito pra a "saison")

Dulce disse...

Beth/Lilás

Imagino que sim... rs... Mas é uma tentação... rs....
Beijos e uma boa noite para você.

Dulce disse...

A. João Soares

É mesmo uma satisfação e, confesso, uma certa emoção... Foi um momento muito especial poder estar ali, como numa janela para o passado já tão distante.
Um abraço.

Dulce disse...

Paloma

Não é mesmo?... rs... Adorei poder ve-los tão de pertinho. Pena não pode ouvir o som daquela buzina... rs...

Beijos e uma linda noite para você.

Dulce disse...

Pitanga Doce

Uma noiva? Imagino sim... Deveria ser lindo!
Obrigada pela dia. Paris é romance por si só, agora, junte-se a isso a magia de uma época ... Vou procurar não perder.

Beijos e uma boa noite.

Graça Pereira disse...

Ah! minha querida, eu adoro estes carros antigos... têm poesia que os modernos não possuem! E depois com esta música, parece-me que vejo Frank Sinatra abrindo-me a porta de um deles e eu com um chapéu de aba caída e a minha mão toda enluvada dizendo adeus aos amigos...
Dá para sonhar...
Beijo
Graça

Dulce disse...

Graça Pereira

Que sonho encantador, Graça, bem de acordo com os carros. Também acho que eles tem poesia, são marcas de uma época...
Beijos e uma boa noite para você.