floquinhos

domingo, 17 de julho de 2011

O sol atravessando a vidraça...



O sol atravessa a vidraça e pousa dourados raios sobre a cama ainda desfeita, enchendo o quarto de luz. Meus olhos atravessam a vidraça e pousam sobre o verde das árvores, em busca de paz...
É que, hoje, a alma acordou inquieta, pedindo colo, amargando saudades.
E quando a alma dança, inquieta, ao som de eternas saudades, mergulho inteira na sensibilidade de meus poetas do coração...


Soneto da Separação

De repente do riso fez-se o pranto
Silencioso e branco como a bruma
E das bocas unidas fez-se a espuma
E das mãos espalmadas fez-se o espanto. 

De repente da calma fez-se o vento
Que dos olhos desfez a última chama
E da paixão fez-se o pressentimento
E do momento imóvel fez-se o drama.
 
De repente, não mais que de repente
Fez-se de triste o que se fez amante
E de sozinho o que se fez contente.
 
Fez-se do amigo próximo o distante
Fez-se da vida uma aventura errante
De repente, não mais que de repente.

(Vinicius de Moraes)

14 comentários:

Evanir disse...

Com o carinho de sempre venho
desejar um feliz Domingo.
E hoje pedir a você se tiver um
tempinho deixar sua solidariedade.
A um amigo poeta que no momento
passa por um momento dificil.
E tenho um carinho muito grande
por ele embora nunca tenha homenageado
ele no meu blog.
Mais não devemos nos silenciar
quando um pessoa sofre uma palavra
ou um frase de carinho pode fazer a diferença.
Nossa maior virtude é amar o próximo como a ti mesmo.
Um beijo no coração,Evanir.

Paloma disse...

DULCE, eu adoro Vinicius de Morais,tudo que ele escreveu e compos. Ele era, sem dúvida, um homem apaixonado e de muitos amores, por isso sabia da paixão e suas consequências benéficas e maléficas. Sim,porque paixão tem disso.

Beijos e bom domingo

elvira carvalho disse...

Vinicius é como já lhe tenho dito um dos meus poetas preferidos. Mas este poema é muito triste. Separação é neste momento tudo o que não quero pensar.
Um abraço e uma boa semana

Dulce disse...

Evanir,

Espero que seu amigo encontre forças para não sucumbir a dor de tão triste momento, e deixo minhas preces pelo Mateus, para que Ele o receba em suas mãos.
E um abraço para você, minha amiga, pela imensa solidariedade e pelo gesto de amizade.
Fique bem.

Dulce disse...

Paloma

Assim são as paixões... chegam para levar uma criatura ao paraíso ou ao inferno. E deixam marcas, e transformam das mais diversas maneira a quem tenha atingido... Mas bendita seja ela, pois uma vida que tenha passado sem sentir o fogo de uma paixão, foi vivida pela metade.
Beijos e uma boa semana para você, minha amiga.

Dulce disse...

Elvira Carvalho

Pois não pense, minha amiga.
Vinicius teve inúmeras delas e usou-as para expressar sua poesia. Aliás, a dor, a mágoa, a ausência, a separação, só soam bem nas poesias. No dia a dia são tristes demais...
Beijos

Beth/Lilás disse...

É lindo demais este poema e Vinicius, inesquecível simplesmente!
Mas, não sofra cara amiga, aproveite a companhia da filhota e dos netos que já estão voltando. E daqui a pouco, a volta pro seu Brasil veronil e nós aqui para lhe fazer companhia, sempre.
beijos cariocas

Dulce disse...

Beth/Lilás

A filhota e os netos já de volta. Foi um dia de alegria, como acontece sempre que nossos amores voltam... a tristeza ficou lá no comecinho da manhã. As vezes acontece, dificil evitar, mas logo passa e a alma fica leve.
Obrigada, minha amiga, pois mesmo daqui de longe sinto a presença e o carinho de todos vocês e isso me faz um bem enorme. Muito obrigada.
Beijos e uma boa semana

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Regressado de férias e com pouca vontade de retomar o trabalho,sinto a alma lavada com este poema do Vinicius. Obrigado, Dulce

Dulce disse...

Carlos Barbosa de Oliveira

Seja muito bem vindo em sua volta, meu amigo.
É bem natural essa "vontade" de retornar ao trabalho depois de férias... rs...
Vinícius sempre bate forte...
Beijos e boa semana, Carlos.

Maria Teresa disse...

Dulce:
Além da beleza das imagens e do jogo com as palavras, o que muito admiro em Vinícius é sua honestidade.
Espero que o poema tenha mesmo trazido muito alegria à sua alma sensível.
Bjos

Pitanga Doce disse...

E de repente um "tsunami"...não mais que de repente.

Boa noite Dulce.

Dulce disse...

Maria Teresa

Trouxe, sim, minha amiga. Vicnícius é sempre beleza e ternura, em sendo assim, a alma se aquieta.
Beijos e uma boa noite para você

Dulce disse...

Pitanga Doce

Tsunamis sempre chegam de repente, devastando tudo...

Espero que esse tsunami tenha passado ao largo, minha amiga, sem causar danos...

Beijos e uma boa noite para você.