floquinhos

sábado, 12 de julho de 2014


Quase todas as manhãs, ao acordar, carrego comigo a intenção de reabrir de par em par as portas do Prosa, pensando que, em mante-las assim, entreabertas, corre-se o risco de que um vento inesperado e forte venha a fecha-las de vez. Mas mergulho em outros afazeres, a manhã transforma-se em tarde, chega a noite e a intenção ficou somente na intenção... 
Vou procurando temas, aqui e ali, para nossas prosas, mas cada um deles parece-me tão sem graça que os descarto sem sequer tentar joga-los na tela. A verdade é que sinto falta do convívio diário com nossos leitores e amigos, isso não posso negar, mas uma certa letargia, resto de meses e meses dedicados a fazer retornar minha saúde, acabaram por minar minha vontade, apesar de, sempre que possa, caminhar pelos blogs amigos, em visitas silenciosas, apenas desfrutando do que sempre se encontra em cada um deles.
Finalmente, forças renovadas, tudo certinho em seus lugares, tento recomeçar meus caminhos pela blogosfera esperando reencontrá-los iluminados e floridos, como sempre foram, bem como reencontrar cada um dos amigos que sempre por aqui passavam. 
Volto à prosa (minha) e aos versos (dos poetas do meu coração).

3 comentários:

Elvira Carvalho disse...

Boa tarde Dulce. Saúdo com grande alegria a sua intenção. Tenho tantas saudades dos primeiros tempos que cheguei à blogosfera e dos amigos que por aqui encontrai. É certo que tenho outros, mas não ocupam o lugar dos que se foram. Também é certo que muitas vezes os encontro pelo face.
Dá para dar um alô, matar saudades, mas não é a mesma coisa.
Um abraço e bom fim de semana

Dulce disse...

Boa tarde, Elvira.

Que bom te-la aui no Prosa, Elvira!
Sinto exatamente isso, minha amiga. O Face, para mim, deixa muito a desejar. Mas, suponho que, pouco a pouco nossos amigos irão retornando aos blogs. Assim espero.
Obrigada, um abraço e um ótimo final de semana para você também.

Pitanga Doce disse...

Volta Dulce, que nós queremos "prosear".

beijos sempre pitangueiros